A CONTRIBUIÇÃO DO BITCOIN PARA A LIBERDADE.

Publicado em 15/02/2023 - ISBN: 978-85-5722-613-5

Título do Trabalho
A CONTRIBUIÇÃO DO BITCOIN PARA A LIBERDADE.
Autores
  • Efraim Antonio Caprioli
  • Rafael Salatini de Almeida
Modalidade
Artigo
Área temática
Economia política internacional
Data de Publicação
15/02/2023
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://eventos.marilia.unesp.br/anais/xixsemanaderi/545910-a-contribuicao-do-bitcoin-para-a-liberdade
ISBN
978-85-5722-613-5
Palavras-Chave
blockchain; Bitcoin; criptomoeda; liberdade individual.
Resumo
Introdução: A evolução das técnicas humanas fez com que a moeda tenha se desenvolvido ao longo dos séculos, passando da utilização de bens diversos, para o uso do ouro e da prata. Da mesma forma, as recentes evoluções tecnológicas estão tendo o mesmo papel, considerando que, se outrora a invenção da prensa foi capaz de permitir o uso de papel-moeda, hoje estamos passamos por um novo estágio, no qual a internet, aliada com a blockchain, possibilita o uso de uma moeda escassa, intangível, perfeitamente divisível e transportável, e, acima de tudo, livre do controle inflacionista e taxativo dos bancos centrais. Tal moeda consiste no Bitcoin, que se pode argumentar que tem grande contribuição para o avanço da liberdade individual. Objetivos: Explicar as mudanças sociais econômicas causadas pelas criptomoedas; relacionar o surgimento da internet com a prensa de Gutemberg no surgimento de novas formas de moeda. Metodologia: leitura de referências selecionadas, em especial F.A. Hayek e F. Ulrich, relacionando com as alguns fenômenos globais pertinentes ao tema. Resultados e conclusões: O processo de monetização de qualquer bem passar por uma série de etapas, sendo que as principais são 3: (i) ser entendido como reserva de valor pela sociedade, sendo possível armazenar valor, com o intuito de que futuramente se poderá utilizar o mesmo bem com o valor inalterado; (ii) ser de alta liquidez na sociedade, possibilitando que seja utilizado como um bem intermediário de trocas, amplamente aceito pelos seus usuários e; (iii) por fim, a etapa em que o bem seja utilizado para a precificação dos outros bens na sociedade. Por esse raciocínio o Bitcoin estaria passando pela segunda etapa, sendo que ele já é amplamente entendido como reserva de valor, e tem sido aceito por boa parte dos estabelecimentos comerciais, sendo até mesmo, já utilizado como moeda corrente em alguns locais. Se a terceira etapa será atingida, e quanto tempo isso demorará para acontecer é impossível se prever, mas ainda que ele não atinja esse patamar de precificação, permanece inalterada a sua capacidade de garantir um avanço na liberdade individual econômica. Se o impacto causado pela prensa de Gutemberg foi capaz de trazer o dinheiro de papel, vivemos atualmente um novo impacto, agora causado pela internet, capaz de trazer o dinheiro digital. Se o Bitcoin se tornará moeda global é difícil dizer, mas pode-se dizer que a liberdade individual financeira avança por esse caminho, sendo essa, a primeira revolução dos sistemas monetários, capaz de garantir a independência do indivíduo, inclusive em relação ao Estado, em transações financeiras.
Título do Evento
XIX Semana de Relações Internacionais
Cidade do Evento
Marília
Título dos Anais do Evento
Anais da Semana de Relações Internacionais
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

CAPRIOLI, Efraim Antonio; ALMEIDA, Rafael Salatini de. A CONTRIBUIÇÃO DO BITCOIN PARA A LIBERDADE... In: Anais da Semana de Relações Internacionais. Anais...Marília(SP) Unesp/FFC - Câmpus de Marília, 2022. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/xixsemanaderi/545910-A-CONTRIBUICAO-DO-BITCOIN-PARA-A-LIBERDADE. Acesso em: 24/05/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes